Arremesso de objectos ou de produtos líquidos; jogo de futebol; liga NOS; Futebol Clube Famalicão/Clube Desportivo Tondela; acusação | Ministério Público no Diap da Procuradoria da República de Braga (Guimarães, 1.ª secção)

 


21/05/2020

No dia 13.03.2020, o Ministério Público no Diap da Procuradoria da República de Braga (Guimarães, 1.ª secção) acusou quatro arguidos, imputando-lhes a prática de um crime de arremesso de objectos ou de produtos líquidos agravado. 

 

O Ministério Público considerou indiciado que os arguidos, no dia 07.12.2019, na Alameda dos Bargos, nas imediações do Estádio Municipal 22 de Junho, em Vila Nova de Famalicão, no final do jogo de futebol que opôs o Futebol Clube de Famalicão ao Clube Desportivo de Tondela, a contar para a Liga NOS, enquanto adeptos e integrando um grupo de pelo menos cem outros adeptos, avançaram na direcção dos elementos da força de segurança de tal jogo e arremessaram-lhes, juntamente com os demais elementos do grupo, pedras e garrafas de vidro.

 

Mais refere o Ministério Público que por força desta conduta foi necessário interpôr entre os adeptos e os elementos policiais uma força de intervenção rápida para fazer um cordão de segurança, assim como fazer recolher ao estádio um grupo de crianças que aguardava transporte. 

 

O Ministério Público requer, além da condenação na pena principal que lhes venha a ser fixada, a condenação dos arguidos na pena acessória de interdição de acesso a recintos desportivos.